giro de estoque

Giro de estoque: O que é, importância e como otimizar a gestão

Equipe TOTVS | VENDAS | 28 julho, 2021

Entre os vários desafios do dia a dia de um micro ou pequeno empresário, controlar o giro de estoque muitas vezes parece só mais um deles. No entanto, sem atenção devida, pode se tornar um verdadeiro problema.

Você sabia que se relegar o giro de estoque pode sofrer não apenas no bolso, mas também prejudicar a imagem da sua empresa?

No entanto, o que se vê são vários micro ou pequenos negócios com estoques em completo desarranjo:

Com várias mercadorias encalhadas, sem registro de entrada ou motivo para tal. Além, é claro, dos produtos em falta, que sempre geram urgências e custos extras.

Uma forma eficaz de evitar essas situações, administrar o fluxo de entradas e saídas do estoque e manter seu negócio lucrativo é o cálculo do giro de estoque.

Nesse conteúdo, vamos te explicar tudo sobre como funciona o giro de estoque, além de como fazer seu cálculo, e apresentar também algumas dicas para otimizar o inventário. 

Continue conosco!

O que é giro de estoque?

Giro de estoque é uma medida que mostra quanto tempo que uma empresa precisa para vender uma mercadoria de seu estoque e substituí-la. Ou seja: um alto giro de estoque significa um alto volume de vendas, já um baixo giro de estoque indica baixo volume de vendas.

O termo é também conhecido como “rotatividade de estoque”.

O giro do estoque é popularmente expresso como um índice de eficiência que ajuda a avaliar a eficácia de sua empresa em transformar seus ativos em lucros.

Assim, ao medir o giro de estoque, é possível entender como fazer pedidos mais precisos junto aos seus fornecedores em caso de reabastecimento ou atualização do estoque.

Nova call to action

Como funciona o giro de estoque?

O giro de estoque funciona de modo a mostrar para o empreendedor ou gestor do negócio quais produtos possuem um maior ou menor volume de vendas em um determinado período de tempo.

Assim, quanto mais tempo os itens ficarem em estoque, maior será o impacto na receita e nos lucros potenciais que ele pode esperar.

Agora, quanto mais rápido você “girar” seu estoque, mais estoque você precisará (e, assim, mais acabará vendendo).

O giro do estoque é normalmente calculado com base no período de um ano. Assim, você calcula quantas vezes um produto vai girar em um mesmo ano.

No entanto, é claro, há exceções, como no caso do varejo de mercadorias perecíveis.

Qual é a importância do giro de estoque?

O giro de estoque tem importância vital em direcionar a estratégia da empresa, que a partir de seu resultado pode trabalhar em um planejamento de compras, definição de promoção de vendas e gestão de estoque de forma geral.

Geralmente, ao realizar o cálculo, o ideal é que o resultado não seja menor do que 1, pois indica que durante certo período de tempo, não houve giro de estoque.

Se você está considerando um ano útil para o cálculo, significa que o ano virou e os produtos ainda continuam em seu estoque — gerando custos e ocupando espaço.

Desse modo, medir o giro de estoque pode ajudar você a encontrar o equilíbrio certo entre os níveis de estoque e a demanda.

É algo que acontece com frequência, especialmente em micro e pequenas empresas: o acúmulo muito grande de estoque, que acaba ocupando um espaço valioso — tudo isso sem gerar vendas necessárias para justificar seus custos subsequentes à compra.

Como calcular o giro de estoque?

Se você só precisa de uma ideia geral de seu giro de estoque, pode fazer um cálculo simples para ter uma ideia dos giros.

Você pode, por exemplo, dividir a quantidade de vendas totais de um produto pelo estoque médio.

Giro de estoque (GE)= total de vendas / volume médio do estoque

Esse número dá uma boa ideia de quão rápido você está vendendo.

De modo simples, imagine que você tem uma loja que vende apenas um produto.

Em um ano, o total de vendas deste produto foi de R$ 50.000,00 (a preço de compra).

Agora, considere que você sempre mantenha um estoque médio (a preço de compra) de R$ 25.000,00.

Divida 50 mil por 25 mil e o resultado é: 2.

Você realiza 2 giros de estoque ao ano.

Agora, você sabe como calcular o tempo médio (TM) do estoque? Basta dividir o número de dias de um ano pela quantidade de giros.

Nesse caso, divida 365 por 2: 182,5 dias é o que leva para sua loja girar o estoque, o que acontece 2 vezes por ano.

5 dicas de como otimizar a gestão do giro de estoque  

Fez o cálculo de giro de estoque do seu negócio e encontrou resultados um pouco preocupantes? Esse é um cenário que, infelizmente, acontece com muitos empreendedores.

Mas calma: a boa notícia é que há algumas formas de contornar a situação e melhorar a gestão de estoque para pequenos negócios, conquistando bons resultados em pouco tempo.

Quer saber como? A gente te explica com algumas dicas incríveis, veja só:

Aumente a rotatividade dos produtos

Dizer que você deve aumentar a rotatividade dos produtos é uma ação simples, certo? O desafio é fazer isso — e nós sabemos.

Por isso, se você identificou algum produto com baixo giro de estoque, é hora de repensar a forma que você o comercializa, procurando oportunidades de melhoria.

Seria na forma que você anuncia esse produto? Que tipo de consumidor teria interesse nele? Qual a melhor forma de exibir esse produto? Uma promoção seria uma boa ideia para reduzir rapidamente o estoque parado?

Procure desvendar esses pontos e com certeza você encontrará a solução para seu giro de estoque, atraindo mais clientes.

Categorize as mercadorias 

Repense o seu estoque: ele não é apenas um complemento, ou mesmo um compartimento, da sua empresa.

Pelo contrário, é uma parte vital do ecossistema corporativo que compõe seu negócio — independente do tamanho.

Categorizar mercadorias vai possibilitar um maior poder de análise sobre as flutuações de vendas, bem como vai fortalecer sua projeção de vendas e o entendimento sobre tendências.

Quanto mais segmentado for o estoque, mais dados você terá em mãos para entender a raiz de problemas de vendas que surgirem.

Considere as datas sazonais 

Produtos perecíveis ou com o elemento da sazonalidade devem ser encarados diferentemente dentro da sua empresa.

Por isso, o giro de estoque dos mesmos deve sempre ser alto, de modo que nada seja desperdiçado — e pior, apodreça.

Treine os colaboradores

Se você tiver funcionários, é fundamental treiná-los de forma constante para que melhorem sua abordagem de vendas e potencializem o giro de estoque.

É claro que um baixo giro de estoque não é culpa dos vendedores e demais colaboradores, mas eles fazem parte da solução desses problemas e devem ser capacitados para ajudar sua empresa.

Nesse ponto, vale ressaltar que não se trata apenas de treinamentos puramente comerciais.

Capacitações de gestão, bem como ferramentas que melhorem a comunicação entre setores (como Frente de Caixa e Estoque), cumprem um papel essencial no aumento do giro de estoque.

Invista em automatização 

Sabia que a automatização pode ser uma solução muito boa para melhorar o giro do estoque de sua empresa?

Com um sistema de vendas, você vai poder controlar totalmente o número de mercadorias em estoque, entendendo com total transparência quais estão em maior ou menor demanda.

Esse entendimento é crucial na hora de você ou o responsável pelo setor de compras planejar de forma assertiva o estoque.

Com a integração que o sistema proporciona, cada venda faturada pelo Frente de Caixa automaticamente gerará uma baixa no Estoque.

Desse modo, basta apenas visualizar o giro e entender a volatilidade das vendas atuais, bem como realizar previsões qualificadas.

Eleve Vendas

O Eleve Vendas é um sistema de frente de caixa, que permite que você controle toda sua empresa e tenha resultados cada vez melhores.

Desenvolvido pela maior empresa de tecnologia do Brasil, a TOTVS, o Eleve Vendas possui uma interface moderna e intuitiva, que facilita o fechamento de vendas no PDV e, através da integração com seu inventário, permite total controle do giro de estoque.

A solução foi desenvolvida para atender completamente às necessidades dos micro e pequenos negócios, automatizando várias tarefas.

Uma delas é o lembrete para renovação de itens em estoque, garantindo que o fluxo de vendas continue e você não perca dinheiro e nem tempo.

O Eleve Vendas é um sistema de gestão flexível (acessível no celular, tablet, computador ou maquininha de cartão), com armazenamento na nuvem e suporte rápido dentro da própria plataforma.

Ou seja, todo controle da sua empresa a poucos cliques de distância.

Que tal conferir mais detalhes sobre o Eleve Vendas?

Nova call to action

Conclusão

Neste conteúdo, você conseguiu ler e aprender tudo sobre giro de estoque.

Explicamos o conceito, seu funcionamento, como faz o cálculo de giro de estoque e ainda dicas para otimizar a gestão do seu negócio, contribuindo com seus resultados.

Nessa parte, o uso da tecnologia é essencial para efetivamente trazer resultados para seu negócio.

Tanto para seu frente de caixa, como para seu estoque, com um sistema de gestão integrado é possível controlar toda a operação, automatizando processos, otimizando rotinas e tendo maior poder de decisão para melhorar sua organização.

Agora, que tal continuar aprendendo sobre gestão de negócios? Então leia mais conteúdos do Blog da Eleve!

controle de estoque gestão de estoque sistema de gestão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *