como cadastrar minha empresa no ifood

Como cadastrar minha empresa no iFood: Passo a passo, requisitos e outras dúvidas

Equipe TOTVS | VENDAS | 20 setembro, 2021

Se você já se perguntou “Como cadastrar minha empresa no iFood?”, temos uma boa notícia: o processo é extremamente simples! Que tal aprender o passo a passo, bem como compreender os benefícios de colocar seu negócio no maior aplicativo de delivery do país?

Hoje em dia, aprender como vender no iFood é essencial para quem quer abrir ou já abriu seu negócio no setor de food service.

Afinal, o delivery de alimentos é uma base desse tipo de empresa, fundamental para geração de receitas e manutenção do fluxo de caixa.

Nesse artigo, vamos te explicar o passo a passo sobre “Como cadastrar minhas empresa no iFood?”, os requisitos para isso, bem como as vantagens da plataforma. Vamos lá?
Nova call to action

Como cadastrar minha empresa no iFood? Passo a passo!

Bom, vamos lá, direto para o que interessa. Se você está se perguntando “Como cadastrar minha empresa no iFood”, uma notícia boa: o processo é super simples! Para facilitar sua compreensão, separamos tudo em um passo a passo, vamos lá?

  • Acesse o site do iFood (parceiros.ifood.com.br);
  • No topo da página, você terá duas opções de cadastro de novos negócios: “Cadastrar restaurante” e “Cadastrar mercado”;
  • Selecione a mais adequada para o seu caso;
  • Você será redirecionado para um formulário de inscrição, preencha-o completamente;
  • Em seguida, sua inscrição será submetida a um processo de análise e aprovação do próprio iFood;
  • Com a aprovação, você já poderá criar seu perfil dentro do aplicativo, montar seu menu e começar a vender!

Por que cadastrar minha empresa no iFood?

Agora que esclarecemos sua dúvida de “Como cadastrar minha empresa no iFood?”, resta entender por que vale a pena fazer parte dessa plataforma. À primeira vista, é uma das mais conhecidas, logo, é uma boa ideia integrá-la ao seu negócio de food service, certo?

Mas há muito mais relacionado a esse simples fator.

Só até abril de 2021, de acordo com dados divulgados pela Veja, o iFood mostrou crescimento de 418% em relação ao mesmo período de 2020 (quando a pandemia já havia atingido o mundo).

Falando em pandemia, vale ressaltar que o segmento de delivery cresceu de forma assombrosa, adequando-se à necessidade das pessoas de distanciamento social.

Aliás, temos um artigo com diversas ideias de delivery para você investir. Não deixe de conferir!

No Brasil, o iFood foi o aplicativo que mais soube capitalizar o momento, sendo líder absoluto em crescimento entre as plataformas de delivery.

Hoje, o iFood possui mais de 5 mil parceiros cadastrados e processa mais de 60 milhões de pedidos por mês em toda América Latina, conforme matéria da Latin America Business Stories.

Quais são os requisitos para cadastrar minha empresa no iFood?

Bom, mas antes de cadastrar sua empresa no iFood, você sabe que existem alguns requisitos que devem ser cumpridos, correto? São questões simples, mas que recomendamos que você preste atenção para não ser surpreendido.

Que tal conferir alguns desses requisitos para que seu cadastro seja bem-sucedido? Confira:

  • Muitos se perguntam como vender no iFood com CPF (ou seja, como Pessoa Física). Saiba que isso não é possível, apenas empresas (Pessoas Jurídicas, com CNPJ) podem se cadastrar;
  • Para realizar o recebimento dos pedidos, o estabelecimento deve possuir boa e estável conexão à Internet;
  • A gestão dos pedidos é algo de extrema importância, por isso, contar com um sistema de gestão que integre os pedidos do iFood ao seu controle financeiro é uma ótima alternativa;

Quanto custa vender pelo iFood?

Para quem vai cadastrar a empresa no iFood, vale a pena compreender como funcionam os planos do aplicativo. Hoje, a plataforma conta com dois planos: o Básico e o Entrega.

Uma curiosidade é que, ao entrar no iFood, a empresa não assina nenhum tipo de contrato de fidelidade. Portanto, pode sair do iFood quando achar necessário.

Além disso, não há obrigação de fidelidade, o que significa que a empresa pode ter cadastros ativos em outros aplicativos de entrega.

Plano Básico: Sem entregador

O plano Básico se destaca por não incluir entregador filiado do aplicativo — é o próprio restaurante quem arca com a entrega dos pedidos.

Porém, apesar disso, o aplicativo ainda cobra uma taxa em cima da entrega, de 12% com um adicional que pode chegar a até 3,5% em pedidos pagos pelo próprio iFood.

O plano Básico do iFood é o mais barato, com uma taxa mensal de R$ 100,00.

No entanto, essa mensalidade só é cobrada quando o restaurante vender um valor total acima de R$ 1.800,00 no mês. Caso o negócio não alcance a cifra, ele é isento da mensalidade.

Plano Entrega: Entregador e mensalidade maior

Já o plano Entrega tem o diferencial de incluir o serviço dos entregadores parceiros do iFood.

Seu funcionamento é semelhante ao Básico, com a diferença de que a comissão é de 23% (mais os 3,5% para pagamentos via app) e a mensalidade é de R$ 130,00.

Porém, vale ressaltar, a regra do faturamento mínimo de R$ 1.800,00 se mantém também nesses casos. Ou seja, caso o restaurante faturar menos que esse valor, ele é isento da mensalidade.

Vantagens de utilizar o iFood

como cadastrar minha empresa no ifoodAgora que respondemos uma das principais dúvidas de empreendedores do segmento food service: “Como cadastrar minha empresa no iFood?”, você deve ter se interessado pela plataforma. Mas afinal, vale mesmo a pena investir tempo e arcar com as taxas para colocar seu menu no iFood?

Bom, em nossa opinião, pode ser uma ótima estratégia de lançamento, bem como expansão do seu negócio.

Entre as principais vantagens de cadastrar sua empresa no iFood, destacamos o seguinte:

Visibilidade

O iFood é o principal player na área de aplicativos de entrega no Brasil.

Isso significa que, tanto sua infraestrutura digital é boa e capaz de suportar a grande demanda, que chega a ser de 700 pedidos por minuto em todo país, como seu potencial de alcance e marketing.

Associar-se à plataforma pode ser uma tacada certeira em direção a um cenário de maior visibilidade na sua cidade e regiões próximas, atingindo clientes que sem o iFood você não atingiria.

Promoções

O iFood tem um esquema de promoções muito bem estruturado, o que atrai vários consumidores.

Desse modo, é possível fazer parte de movimentos de marketing muito bem calculados que podem dar um up nas suas receitas, bem como conquistar novos clientes.

Pagamento online

Uma das grandes vantagens do iFood é a possibilidade de o cliente pagar diretamente pelo app, evitando ter que pagar ao entregador  — seja com dinheiro vivo ou na maquininha de cartão.

É uma praticidade a mais, que garante maior segurança para o pagamento destinado ao seu caixa, bem como para a saúde, já que contribui com os protocolos sanitários nos tempos pós-pandemia.

Outros apps de delivery de comida que você também pode testar

Como destacamos anteriormente, ao cadastrar sua empresa no iFood, você não fica preso sob nenhum termo de fidelidade ou exclusividade. Isso quer dizer que pode criar contas em outros aplicativos, podendo capitalizar em cima de diferentes perfis de clientes.

Entre os principais, podemos mencionar:

Delivery Much

O Delivery Much é um aplicativo de delivery on-line. É conhecido como o “maior player do mercado  de delivery do interior do Brasil”, pela sua penetração em mais de 300 cidades interioranas. Seu modelo é um pouco diferente do iFood, sendo considerado uma microfranquia.

Uber Eats

O Uber Eats é o braço de delivery da gigante do mercado de aplicativos de carona. É semelhante ao iFood, mas seu foco é ser a ponte logística entre o negócio e o cliente. O Uber Eats conecta seu restaurante ao consumidor por meio da sua rede de entregadores.

Rappi

O Rappi é um aplicativo de delivery que serve a restaurantes, mas também a negócios de todo o tipo. Seu próprio slogan (“Delivery de tudo em minutos”) deixa isso bem claro.

Como cadastrar minha empresa no iFood com CPF?

Como já mencionamos, hoje, você só pode cadastrar sua empresa no iFood com uso do CNPJ. Isso quer dizer que você precisa ter uma empresa formalizada, não sendo possível cadastrar-se como restaurante ou mercado apenas como Pessoa Física, com seu CPF.

Como funciona o repasse do iFood para o restaurante?

O repasse do iFood para o restaurante funciona com um processo chamado de “billing”. A cada 7 dias, a plataforma fecha o caixa da sua empresa, calculando seu faturamento e os custos referentes com taxas e adicionais. Deduzindo os valores, eles repassam o que sobrar para sua conta.

O período de 7 dias pode variar de acordo com o contrato estabelecido — normalmente, o próprio restaurante define o período ideal.

O repasse é feito por meio de um depósito, realizado no dia útil seguinte ao fim do período de “billing”.

As soluções da Eleve para restaurantes

Você sabia que o Eleve Vendas é o sistema perfeito para a gestão das suas entregas via delivery?

O melhor frente de caixa (PDV) do mercado encaixa-se perfeitamente na rotina de bares e restaurantes, inclusive negócios que dependem do delivery.

Seu módulo dedicado permite que o estabelecimento controle todos os indicadores do delivery, facilita a integração com diversas plataformas (inclusive o iFood), permite que você organize suas próprias entregas e gerencie até mesmo refeições congeladas.

Tudo com um preço super acessível e um PDV flexível, que você pode acessar de qualquer dispositivo!

Confira todos os diferenciais do Eleve Vendas!
Nova call to action

Conclusão

Acredite, muitos empreendedores chegam até nós com essa dúvida: “Como cadastrar minha empresa no iFood?”.

Esperamos que esse conteúdo ajude a esclarecê-la, bem como mostre o valor de levar seu restaurante a essa plataforma.

Lembre-se que, após fazer o cadastro, é essencial garantir o melhor gerenciamento para seu negócio. Afinal, sem controle, é fácil perder a mão nos pedidos que chegam.

Por isso, utilize o Eleve Vendas para fortalecer sua gestão de pedidos, bem como simplificar o controle financeiro!

Agora, antes de finalizar, que tal seguir conosco no blog? Temos vários conteúdos para você que busca melhorar seus resultados e aprimorar sua gestão.

Aproveite para entender como funciona a legislação para delivery no artigo sobre o tema que o nosso time produziu!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *