como montar um food truck

Como montar um food truck de sucesso: Confira dicas essenciais

Equipe TOTVS | NEGÓCIOS | 19 julho, 2021

Entender como montar um food truck não é uma tarefa difícil: essa pode ser uma excelente maneira de exercer seu empreendedorismo e criar um negócio lucrativo.

Porém, saiba que a prática pode ser bastante desafiadora.

Por isso, antes de qualquer coisa, é necessário entender exatamente o que fazer para dar início a esta empreitada.

Desse modo, você garante que o seu negócio terá qualidade e diferenciais suficientes para se destacar.

E bom, se você já pensou em cozinhar boas comidas ou lanches e vendê-los por aí, de maneira itinerante, o food truck é o modelo de negócio ideal para você!

Neste guia, nós preparamos um grande e completo passo a passo ensinando você como montar um food truck: pesquisa, estratégia, equipamentos, veículos, localizações, marketing e relacionamento com o cliente.

Que tal entender tudo sobre como montar um food truck lucrativo e bem-sucedido, fazendo o que você mais ama? Então confira!
Nova call to action

O que é um food truck?

Food truck é um negócio de comida que funciona sobre rodas. Em essência, é um restaurante móvel. Toda operação de atendimento e preparo dos alimentos acontece dentro de um veículo.

Mas, vamos esclarecer essa afirmação: “um restaurante móvel”. Ela não está exatamente errada, mas vale distinguir algumas diferenças.

Os food trucks podem ser:

  • itinerantes: sem localização fixa para funcionar e atender aos clientes;
  • temporários: como em um evento ou cidade litorânea para a alta temporada;
  • fixos: são os food trucks que encontraram um local conveniente, com um público estabelecido e fiel, e que permaneceram ali — mas ainda funcionando sobre rodas.

como montar um food truckNo Brasil, os food trucks não são exatamente uma novidade — especialmente em grandes centros urbanos.

Este tipo de negócio ganhou tração a partir de 2013, inspirado pelo modelo americano de food trucks.

Lá, a receita média anual dos food trucks era de US$ 290 mil dólares em 2019, de acordo com levantamento.

Na época, a proposta desses empreendimentos era bem clara: oferecer comida com um tom mais “gourmetizado“, porém, com preparos mais rápidos (o que aproxima esses negócios do fast food) e preços mais em conta.

Hoje, os food trucks já não possuem tanto apelo gourmet como antes.

Para a maioria, o objetivo é fazer comida de qualidade rapidamente, com preços acessíveis e competitivos.

Vale ainda dizer que apesar de semelhantes, a família dos food trucks não é exatamente a mesma das carrocinhas de churros, cachorro quente ou pipoca — popularmente conhecidos pelo baixo preço e praticidade.

O food truck exige planejamento, um modelo de negócios concreto e a regularização da atividade.

Como funciona um food truck?

O food truck funciona como um completo “all-in-one“, na traseira de uma van, caminhonete, caminhão ou no reboque de um veículo. Você realiza o atendimento, prepara e entrega as comidas, bebidas e drinques ali, no mesmo local.

Conceitualmente, não é difícil de entender como esse modelo de restaurante móvel funciona. O principal desafio é gerenciá-lo.

Afinal, não é porque o food truck é pequeno, que não há obstáculos e dificuldades administrativas.

Por que investir em um food truck?

Existem alguns motivos pelos quais empreendedores, mesmo aqueles sem um background gastronômico, invistam em seus próprios food trucks.

Os principais são liberdade e mobilidade.

  • Liberdade: depois de entender como montar um food truck, o empreendedor pode controlar tudo sobre ele, como seu visual, seu menu, os horários que atende, o ticket médio e, claro, o lugar em que vai funcionar.
  • Mobilidade: já trazendo o gancho deixado no ponto acima, o food truck é um tipo de negócio extremamente dinâmico, com ótima mobilidade. Assim, você espalha sua marca e seus serviços pela região de atuação, o que aumenta o reconhecimento e potencializa a conversão de clientes.

Porém, é claro, existem outros motivos para investir e saber como montar um food truck

No entanto, é certo que investir em um food truck é uma ótima forma de começar no segmento gastronômico.

Flexível e dinâmico no ponto certo, o empreendedor pode começar cozinhando e atendendo sozinho, escalando o negócio conforme for evoluindo!

Um laboratório e tanto, concorda?
Nova call to action

Como montar um food truck do zero? Passo a passo completo

Doce ou salgada, saudável ou junk food, não importa: depois de entender como montar um food truck, você pode cozinhar e vender o que quiser!

Mas, é claro que chegar até o momento da operação, de ver o dinheiro entrando e de trabalhar para crescer, é preciso de planejamento e esforço.

Nesse conteúdo, como prometemos, vamos te mostrar um guia completo sobre como montar um food truck. Interessado em abrir seu restaurante móvel?

Então siga conosco para aprender como!

1. Estude o mercado

O primeiro passo para saber como montar um food truck é realizar uma pesquisa de mercado completa.

Entenda sua concorrência (tanto food trucks como restaurantes convencionais), buscando explorar:

  • o nível de qualidade dos concorrentes;
  • como eles trabalham o marketing offline e digital;
  • se estão presentes em aplicativos de delivery de comida;
  • como é o seu atendimento pessoalmente;
  • como é a sua entrega (embalagem, itens enviados, opções de personalização do pedido etc);
  • as peculiaridades regionais do nicho que você pretende ocupar (junk food? Italiano? Asiático? Árabe? Brasileiro?).

2. Entenda como funciona a legislação

Jamais opere na ilegalidade, se não você pode ter sérias complicações com a Prefeitura e a Vigilância Sanitária.

Para garantir que tudo esteja de acordo com a fiscalização, faça o seguinte:

  • Verifique se a sua cidade possui uma lei específica para food trucks – São Paulo, por exemplo, já possui.
  • Consulte a Secretaria de Urbanismo para entender como você pode operar (locais, horários, regras, restrições etc).
  • Em conjunto com um contador, veja qual a melhor opção de regime empresarial e tributário e crie sua empresa para ter um CNPJ.
  • Peça um alvará de funcionamento na Vigilância Sanitária (isso deve ocorrer quando o restaurante móvel estiver 100% pronto).
  • Solicite o Termo de Permissão de Uso (TPU) na prefeitura, que autoriza a comercialização dos seus produtos no ponto escolhido.

3. Escolha a localização

Quando discutimos como montar um food truck, a localização é a chave para o seu sucesso.

Evite “pegar” qualquer vaga disponível apenas por fazer.

É preciso conhecer a localização física muito bem. Ela precisa fazer sentido para o público que você busca alcançar.

Além disso, os horários de atendimento fazem toda diferença. Há alguns negócios que funcionam muito bem pela manhã (como food trucks de cafés) e outros pela noite (como food trucks de drinques e petiscos).

4. Customize o veículo

Provavelmente os food trucks que você mais lembra são aqueles que conseguiram juntar uma boa comida com uma presença de marca muito forte, certo? Falamos especialmente do veículo.

Ele faz parte do seu branding.

Por isso, depois de aprender como montar um food truck, customizar seu veículo é uma necessidade!

Assim, você deixa sua marca mais visível e marcante, criando um senso de reconhecimento que vai não apenas atrair novos clientes, mas fidelizar os antigos.

5. Adquira os utensílios e insumos necessários

A compra dos equipamentos, utensílios e insumos é outra parte essencial sobre como montar um food truck.

Mesmo que você compre uma van ou reboque preparado, de certo terá que fazer adaptações e reparos.

Em geral, para montar seu food truck do zero e comprar todos os utensílios e equipamentos, calcula-se um investimento em torno de R$ 20 mil a R$ 30 mil.

6. Crie um bom cardápio

Um bom food truck se destaca pela agilidade no serviço, qualidade na comida e pelos seus diferenciais.

Por isso, ao buscar saber como montar um food truck, saiba que um bom cardápio é outro dos pontos-chave para o sucesso do negócio.

Há uma dica bem comum, mas ainda muito boa para quem está começando: especialize-se em um tipo de comida e foque nisso!

Como seu espaço é limitado, bem como seus recursos, é melhor focar todo seu esforço em um  tipo de comida — ou dois ou três, o mais indicado é ter um menu enxuto.

7. Inicie as as atividades do negócio

Tudo certinho, preparado e ok? Documentação pronta? Legislação, contabilidade e alvarás feitos, emitidos e aprovados?

Então é hora de colocar seu negócio para funcionar!

8. Trabalhe o marketing 

Não pense que o trabalho administrativo para por aí!

Mesmo antes da inauguração, recomendamos focar no marketing para restaurantes, nos anúncios e na presença da sua marca nas redes sociais.

Instagram e Tik Tok são essenciais hoje em dia, especialmente para um público mais jovem. Porém, não ignore a praticidade do Facebook.

Quer profissionalizar um pouco as coisas e expandir a marca? Então invista também em um canal de Youtube.

9. Bom relacionamento com o cliente 

Uma das marcas de um bom food truck é a sua capacidade de relacionamento com os clientes.

Mesmo que seja super profissional, o food truck é um modelo de negócio que preza pela proximidade dos clientes. O próprio ambiente físico favorece isso.

Portanto, trate de criar uma boa atmosfera para realizar o atendimento e tente sempre promover a melhor experiência ao cliente.

Como um sistema tecnológico ajuda a impulsionar o seu food truck?

Ok, até aqui falamos muitos sobre os seus investimentos: como e quanto você vai pagar pelo food truck.

Agora, e como os seus clientes vão pagar você pelo serviço?

Sim, alguns food trucks aceitam apenas dinheiro, mas veja bem e responda com sinceridade: você paga suas contas apenas com dinheiro?

Exatamente, nós sabemos a resposta.

Por isso, te falamos de antemão: a melhor saída é começar a aceitar as mais variadas formas de pagamento em seu food truck, como cartões, pagamento por aproximação, pagamentos digitais etc.

Mas, entenda que se você topar ir por essa linha e promover um ambiente mais prático para o cliente, precisará investir em um software de frente de caixa (PDV).

Mas, claro, essas soluções fazem mais do que aceitar pagamentos com cartão.

Quais são as vantagens de investir em um software para food truck?

Com um software para food truck, você tem em mãos uma ferramenta que ajuda a tornar os atendimentos ágeis, evitando a formação de filas.

Entre seus recursos, o PDV pode servir para criação e customização de pedidos, bem como controle de itens do estoque.

Desse modo, no momento em que um insumo estiver acabando, o próprio sistema alerta da necessidade de reestoque.

Além disso, o sistema funciona como um braço para sua gestão, dando mais visibilidade sobre o quanto vendeu e gastou.

Assim, você pode entender seu fluxo de caixa e seu menu de maneira mais analítica, compreendendo o que realmente dá lucro para o negócio.

Por fim, o sistema para food truck também alinha seu negócio com as legislações e obrigações, como impostos relacionados às vendas realizadas.

Com a ferramenta, você centraliza as formas de pagamento e automatiza o envio de NFs à contabilidade.

Como montar um food truck: Dúvidas frequentes

Antes de encerrarmos, vamos responder rapidamente a algumas dúvidas que ouvimos e lemos com certa frequência, de leitores e de clientes. Vamos lá?

Qual o custo para montar um food truck?

O custo para montar um food truck depende muito do tipo de estabelecimento móvel que você quer ter. Considerando o veículo, utensílios e equipamentos, taxas e burocracias, bem como o marketing, R$ 50 mil pode ser um mínimo razoável.

Qual a margem de lucro de um food truck?

De acordo com empresários do ramo, a margem de lucro de um food truck pode variar de 15% a 40%, dependendo do dia, clima, localização etc.

Quais são os principais desafios de montar um food truck?

Os principais desafios de montar um food truck são a preparação do veículo, a regularização do negócio e a gestão do restaurante.

Eleve Vendas

O Eleve Vendas é o melhor e mais completo PDV do mercado, com funções exclusivas para food trucks, deliverys de comida e demais negócios do ramo de alimentos.

Com o sistema da Eleve, você vende mais, fica em dia com as obrigações fiscais e promove o melhor atendimento possível.

Dessa maneira, pode se preocupar em promover uma experiência inesquecível para cada cliente, enquanto seu PDV organiza tudo da parte administrativa de cada pedido.

O Eleve Vendas possui diversas funcionalidades:

Controle do PDV; gestão de estoque; controle fiscal; gestão de desempenho do negócio; atendimento digital, que moderniza e agiliza os pedidos e os fechamentos; bem como cardápio digital, que contribui para o trabalho de quem está no balcão ou de seu garçom/garçonete.

Que tal elevar o seu food truck de patamar e começar com tudo — logo no 1º dia? Então integre o Eleve Vendas ao seu negócio!
Nova call to action

Conclusão 

E então, gostou de aprender como montar um food truck?

Neste guia, te explicamos tudo: o que é, como funciona, os motivos para investir em um food truck e, claro, o passo a passo para montar o seu.

E agora, que tal colocar a mão na massa? Lembre-se que uma operação ágil é muito importante e contribui para a qualidade do estabelecimento.

Por isso, um PDV como o Eleve Vendas é a escolha certa para melhorar o seu atendimento e otimizar sua gestão!

Antes de sair, que tal ler outros conteúdos aqui do blog e aprofundar seu conhecimento sobre gerenciamento de negócios? Somos especialistas em micro e pequenos negócios, aproveite!

empreendedorismo food truck pdv

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *