linha de crédito para pequenas empresas

Crédito para Pequenas Empresas: Tipos, como funciona e dicas

Equipe TOTVS | FINANCEIRO | 07 julho, 2021

A linha de crédito para pequenas empresas é um recurso valioso para que um negócio não se afunde frente a crises, como a que vivemos atualmente diante da pandemia de Covid-19.

No entanto, buscar uma linha de crédito não implica apenas em dar um “respiro” à sua empresa.

Pelo contrário, a linha de crédito é quase um benefício ao empreendedor, permitindo maior flexibilidade financeira para realizar investimentos, pontuais ou definitivos.

Há um amplo espectro de possibilidades para o uso de uma linha de crédito para micro e pequenas empresas, podendo ser este um excelente recurso para o seu negócio.

Entender tudo sobre crédito para pequenos negócios é uma forma de reforçar seu controle financeiro empresarial.

Afinal, essas linhas não servem apenas para salvar seu empreendimento diante de uma situação irreversível — como um grande calote de um cliente, por exemplo.

Pelo contrário, são verdadeiras ferramentas estratégicas que beneficiam o empreendedor e seu negócio.

Por exemplo, diante da necessidade de uma injeção de capital para renovar o fluxo de caixa ou cumprir com as dívidas de curto prazo, a linha de crédito pode ser uma boa opção.

Neste conteúdo, vamos te explicar direitinho o assunto, destrinchando seu conceito, quais as linhas existentes para pequenas empresas e as formas de conquistar esse recurso.

O que é o crédito para pequenas empresas? 

credito para pequenas empresasA linha de crédito é um recurso que pode ser utilizado tanto por pessoas físicas como por pessoas jurídicas. Basicamente, é uma quantia de dinheiro que você, como PF ou PJ, pega emprestado de uma instituição financeira, fintech ou techfin.

Ok, até aí parece como um empréstimo qualquer, certo?

Bom, mas é nas “letrinhas” do contrato que uma linha de crédito se diferencia desse tipo de empréstimo mais popular.

No mercado, convencionou-se entender a linha de crédito como um tipo inteligente de empréstimo.

Ao conquistá-lo junto a um banco ou instituição financeira, sua empresa tem direito a utilizar um montante definido na negociação de forma imediata.

O grande diferencial, porém, é que com a linha de crédito, você paga juros muito menores que os convencionais e apenas referente ao valor utilizado.

Então, digamos que seu pequeno negócio precise de R$ 5.000 para quitar dívidas de curto prazo, mas você negocie uma linha de crédito de R$ 10.000.

De acordo com a lógica da mesma, você não pagará juros referentes a esse crédito inteiro, mas apenas ao valor que realmente utilizar.

Ah! E outra coisa: normalmente, o limite de uma linha de crédito é maior que em outros tipos de empréstimo.

Como funcionam as linhas de crédito para pequenas empresas?  

Para algumas linhas de crédito, bancos e instituições financeiras podem exigir que você descreva uma destinação específica para o dinheiro.

Ou seja, para qual finalidade seu pequeno negócio utilizaria o dinheiro emprestado?

É importante fundamentar este argumento antes mesmo de conversar com a instituição financeira.

Após isso, dependendo da linha de crédito, a conquista do benefício pode acontecer sem maiores esforços. Um dos fatores que mais conta é o relacionamento da sua empresa ou dos sócios do negócio com o banco.

No entanto, é comum que a instituição faça uma análise do seu pedido, que provavelmente deve acompanhar uma documentação exigida pela própria credora.

São esses documentos, como os dados financeiros do seu negócio e seus bens e ativos atuais, que vão ajudar a definir o limite de crédito, o período de carência e o prazo.

Ao ser aprovado, normalmente o valor já é liberado imediatamente.

Quais as linhas de crédito existem para micro e pequenas empresas?

Existem tipos diferentes de linha de crédito para pequenas empresas no mercado — e essa é uma ótima notícia para o empreendedor, pois a variedade gera oportunidades.

Mas, como você acabou de ver, para conquistar uma linha de crédito, em muitos casos é necessário especificar uma destinação específica.

É uma burocracia das próprias instituições financeiras.

Em questão de bancos e instituições, vale mencionar que tanto bancos privados oferecem linhas de crédito, como também instituições públicas.

Um exemplo é o BNDES com suas linhas especiais. Como o programa BNDES contra os efeitos do coronavírus, composto de diferentes medidas para apoiar empreendedores.

Por quais motivos as pequenas empresas solicitam crédito?

A linha de crédito para micro e pequenas empresas é uma boa alternativa para que os empreendedores consigam garantir um capital extra.

Ou seja, pode servir tanto para resgatar sua empresa de cenários de aperto financeiro quanto para você conseguir capital para investir em equipamentos, recursos ou mesmo em novos modelos de negócios.

Na pandemia, essa foi uma realidade de muitos pequenos negócios: com o isolamento social, muitas empresas se viram prejudicadas.

Uma das soluções foi migrar para o ambiente digital, com a estruturação de e-commerces, deliverys e demais aparatos on-line.

No entanto, a falta de caixa em decorrência da situação emergencial incapacitou a possibilidade de investimentos nessa direção.

Foi um dos pontos em que as linhas de crédito foram amplamente utilizadas.

Ao olhar para a situação financeira da sua empresa, você consegue avaliar se é o momento de solicitar crédito ou se ainda há como esperar um pouco?

O que sua gestão financeira diz a você?

É necessário ter certeza da necessidade, mas especialmente das condições de cumprir com as obrigações que uma linha de crédito apresenta.

Ou seja, é preciso ter o suficiente para cobrir com o custo do capital solicitado.

Agora, avaliando seu caixa e as perspectivas para o futuro, você sabe dizer se vale a pena solicitar crédito? A seguir, separamos algumas situações que podem servir de base para sua decisão.

Em quais situações é interessante a solicitação de crédito? 

Você já deve estar pensando para quais situações utilizaria sua linha de crédito, certo?

A empolgação é comum e ter um planejamento financeiro é mais do que necessário.

Mas lembre-se que muitas instituições apenas liberam a linha mediante um objetivo específico.

Entre as situações em que a requisição de uma linha de crédito é recomendável, citamos:

Necessidade de capital imediato

Para pequenas e médias empresas, pode ser complexo manter o capital de giro sempre positivo e ter o suficiente para suprir com demandas emergenciais.

E se de repente você precisar fazer alguma viagem ou tiver que lidar com o retorno de um produto ou a refação de um serviço?

É preciso capital imediato para cumprir com essas obrigações e situações incômodas, uma condição que nem todas as pequenas empresas possuem.

Nesses cenários, o crédito pode ser uma excelente oportunidade!

Fluxo de caixa insuficiente

O mesmo se aplica ao fluxo de caixa: se você identifica uma dificuldade de mantê-lo estável, com a operação no azul, talvez optar pelo crédito para pequenas empresas seja uma excelente alternativa para estabilizar suas contas.

São as dificuldades da gestão de custos no dia a dia.

Às vezes, é difícil pagar algumas contas de curto prazo, como as despesas fixas do seu negócio. Essa é uma bola de neve que deve ser evitada, pois pode levar à inadimplência.

Para se ter uma ideia, de acordo com dados divulgados pela Agência Brasil, o setor de serviços contabilizava mais de 51% das empresas inadimplentes do país até dezembro de 2020.

Portanto, se cumprir com os passivos de curto prazo é uma necessidade para sua empresa, solicitar a linha de crédito para pequenas empresas é uma boa opção!

Comprar ativos

Agora, e se você analisar que precisa comprar alguns ativos — como algumas máquinas para seu chão de fábrica — visando aumentar a produção e as vendas durante um período do ano?

Você identificou a necessidade, a janela de oportunidade e tem até mesmo os contatos de venda encaminhados… Só faltam os ativos para viabilizar a produção.

Nesse cenário, o crédito para empresas pode ser uma saída muito inteligente, que vai ajudar sua organização de maneira imediata.

Realizar investimentos

Por fim, há sempre o momento crucial na jornada de uma empresa em que ela deve realizar investimentos para aprimorar sua capacidade produtiva, contar com mais profissionais e crescer efetivamente.

No entanto, o mesmo cenário: falta o dinheiro.

Se a sua empresa se encontra em uma encruzilhada como essa, solicitar uma linha de crédito pode ser a melhor solução de curto prazo!

Nova call to action

Como funciona uma linha de crédito para pequenas empresas? 

As linhas de crédito para micro e pequenas empresas funcionam como o processo de requisição de limite em cartão de crédito.

Ou seja, é preciso que sua empresa possua uma conta empresarial na instituição financeira (seja ela qual for).

Outro fator bem importante é ter o nome limpo, de modo a dar mais segurança na aprovação da linha.

É comum que, no momento que a conta seja aberta, o próprio banco ou techfin já estipule um limite pré-aprovado para a linha de crédito.

No entanto, para liberar esse recurso, geralmente é necessário conversar com a instituição.

Nessa etapa de negociação, sua empresa deve levar alguns documentos requisitados pelo banco, bem como o valor pretendido e o tipo de linha de crédito.

Na parte da instituição, serão realizadas algumas análises situacionais, como da renda mensal da empresa, o histórico financeiro e sua lista de bens e ativos.

São esses detalhes que vão definir alguns detalhes, como os juros cobrados, prazo de pagamento e período de carência.

É importante ainda saber que algumas características da sua empresa podem determinar o fit para determinadas linhas de crédito.

Um exemplo é a linha de crédito da Caixa em conjunto com o Sebrae, criada como um plano de apoio aos empreendedores em meio à pandemia.

Apenas podem requisitar a linha as pequenas empresas com faturamento máximo de R$ 4,8 milhões anuais.

No caso do MEI, apenas com faturamento anual de R$ 81 mil, e para Microempresas o valor sobe para, no máximo, R$ 360 mil.

Caso aprovado, é comum que a linha de crédito seja liberada imediatamente.

Quanto tempo de CNPJ para conseguir empréstimo?

linha de credito

Como tudo que envolve empréstimos, as obrigações em relação ao tempo de CNPJ diferem de instituição para instituição, de linha para linha.

Por isso, é preciso ter conhecimento sobre as possibilidades de seu banco.

Por exemplo, essa mesma linha de crédito para pequenas empresas da Caixa e Sebrae mencionada acima, de acordo com a própria entidade, exige o seguinte:

  • Pelo menos 12 meses de faturamento;
  • Nenhuma restrição relacionada ao CNPJ e nem ao CPF do representante.

Outros bancos podem apresentar restrições diferentes. É o caso de olhar para cada proposta e entender o que melhor se encaixa em sua realidade.

Crédito para pequenas empresas: Quais são os principais tipos?  

Interessado em fazer essa movimentação e buscar por uma linha de crédito para sua micro ou pequena empresa?

Então é hora de conhecer os principais tipos de empréstimo relacionados.

É essa informação que você deve levar à instituição na hora da requisição, combinado?

Crédito para capital de giro

A linha de crédito para capital de giro é ideal para conseguir dinheiro de forma rápida, possibilitando que a empresa honre compromissos de curto e médio prazos.

Antecipação de recebíveis

Se você não está familiarizado com a estratégia de antecipação de recebíveis, saiba que é uma ótima alternativa de garantir dinheiro em caixa de forma rápida e segura.

Basicamente, a empresa solicita uma antecipação dos valores que já foram acertados (como em vendas à prazo).

Desse modo, não se cria uma nova dívida, visto que o dinheiro já “pertence” à companhia.

Cooperativas

As cooperativas de crédito são uma opção mais regional e acessível ao pequeno empreendedor. O intuito dessas instituições é atuar de forma mais colaborativa.

Assim, aos associados, em vez de lucro, o que se ganha são as sobras calculadas ao final de cada exercício.

As linhas de crédito são recursos presentes em grande parte das cooperativas e, apesar de um limite mais baixo, há benefícios, como a isenção de algumas taxas de serviço.

Peer-to-peer – Linhas BNDES

O Peer-to-peer do BNDES é uma modalidade de crédito indireta, ou seja, constituída da relação da empresa solicitante com um agente investidor.

O BNDES atua como um hub para esses agentes investidores, que os credencia.

Os recursos são do BNDES, mas o responsável pela aprovação e análise da solicitação é o agente investidor contatado.

Microcrédito

O microcrédito é um tipo de financiamento ideal para pequenas empresas e pode ser solicitado via linha de crédito.

Trata-se de um empréstimo de pequeno valor, que aproveita de juros bem modestos e aprovação facilitada.

Pode ser requisitado em qualquer instituição financeira.

Financiamento

O financiamento é a modalidade mais comum entre os empreendedores que buscam por uma linha de crédito. Para ser cedido, é necessário especificar uma finalidade.

Existem várias ofertas de financiamento por aí, por isso é sempre bom pesquisar muito antes de fechar negócio.

Descubra qual linha é a mais adequada para seu negócio

Descobriu tudo sobre as linhas de crédito para pequenas e micro empresas e seus tipos? Agora é hora de mergulhar no planejamento e entender qual delas é a mais adequada para o seu negócio.

Nesta situação, não há fórmulas a serem seguidas: é preciso descobrir qual das linhas oferecidas é a mais adequada para o momento do seu negócio.

Ou seja, o limite é condizente com suas necessidades e objetivos? O prazo é compatível? Os juros não vão lesar suas finanças? O modelo escolhido é realmente o melhor para o seu negócio?

O principal aqui é destrinchar cada um dos tipos de linhas de crédito para pequenas empresas e entender suas diretrizes.

Você pode admitir pagar uma parcela baixa, com um juros mais alto, e buscar por uma linha especial do BNDES.

Ou ainda pode optar por um modelo mais adequado para o pagamento de dívidas a curto prazo, que não gere dívidas, com taxas mais baixas e sem burocracias, como a antecipação de recebíveis por uma techfin.

O importante é compreender se o modelo escolhido atende suas necessidades financeiras, bem como oferece condições realistas para que você cumpra com os pagamentos posteriores.

Quais são as vantagens da linha crédito para micro e pequenas empresas?

Se você chegou até aqui, já entendeu que o crédito para pequenas empresas é um ótimo benefício que instituições financeiras e fintechs oferecem para negócios iniciantes.

Mas e na prática, quais as vantagens que sua empresa pode obter ao solicitar crédito? A gente separou 3 principais para te explicar:

Dedução de Imposto de Renda

Ao optar pelo crédito para pequenas empresas, você pode obter benefícios bem interessantes, como a dedução do imposto de renda.

É o que acontece conforme a Lei 9.430/96: para determinar o lucro real, a empresa pode deduzir como despesa os valores decorrentes de perdas no recebimento de créditos.

Assim, a organização poderá deduzir quaisquer perdas do tipo como despesa, obtendo parte do valor pago de volta, o que impacta o IRPJ a ser pago (e também no CSLL).

Investimento para impulsionar o negócio

Em vez de considerar o crédito como mais uma dívida, que tal encarar como um investimento com potencial de impulsionar o seu negócio?

É claro, isso não diminui sua responsabilidade diante das obrigações que a solicitação de uma linha de crédito lhe proporciona.

Porém, para um pequeno negócio, essa injeção de capital pode ser realmente um elemento divisor de águas, capaz de transformar sua realidade e melhorar os resultados!

Previsibilidade

Por mais flexível que seja, o crédito é composto de algumas regras fixas que facilitam para que você, empreendedor, possa se organizar financeiramente.

Ou seja, ao entender exatamente quais as parcelas e qual a taxa de juros que a linha de crédito vai exigir, você sabe o quanto deve pagar à instituição ou techfin no fim de cada mês.

Sem variações, você tem total previsibilidade dos gastos e pode se programar com mais tranquilidade.

Como conseguir crédito para pequenas empresas? 4 Dicas importantes 

linha de credito para micro e pequenas empresasO processo para conseguir crédito é bastante simples, mas exige certo conhecimento das etapas a serem seguidas.

Entender esses pormenores é fundamental para pequenas empresas que estão começando agora no mercado.

Por isso, destrinchamos a seguir um passo a passo de informações e documentações que você pode providenciar para conquistar a linha de crédito.

Descubra quais são as necessidades de seu negócio 

Como já explicamos, algumas instituições exigem que você descreva a finalidade do crédito solicitado.

Para isso, é preciso que você e seu time destrinchem as dores e necessidades do negócio, entendendo exatamente para onde você vai direcionar o dinheiro.

Mesmo que a linha de crédito escolhida não exija a descrição da finalidade, recomendamos fazer esse processo sempre — é uma maneira de tornar todo processo de solicitação mais transparente.

Analise as instituições que concedem crédito 

Agora que você já escolheu um destino para o dinheiro que pretende emprestar, é hora de escolher as instituições financeiras com as quais pretende negociar.

Além de analisar nomes, busque por empresas comprometidas com soluções inovadoras e serviços eficientes.

Ou seja, opções que aliem todo potencial tecnológico com competência financeira para atender às suas necessidades e guiá-lo por um processo de solicitação de crédito mais simples e desburocratizado.

Conheça todos os fatores de restrição de crédito 

Agora, veja bem, cada organização possui condições diferentes.

Bancos e instituições mais tradicionais podem ter uma maior oferta de crédito, mas serem um pouco mais rígidas em suas exigências. Nesses casos, é comum que a burocracia seja maior.

Se a sua empresa é nova no mercado e busca uma linha de crédito, uma boa opção é procurar por uma techfin.

Uma vez que você encontre a instituição ideal, basta realizar a solicitação da linha de crédito.

Nesta etapa, é comum que a própria instituição escolhida peça uma lista de documentos necessários para iniciar o processo de avaliação.

Monte um plano de negócios

Evite que sua solicitação siga para a instituição em vão: envie seu plano de negócios, comprovando que o modelo corporativo que você e seus sócios representam é realmente viável.

Com dados assertivos, projeções e todo planejamento financeiro estratégico detalhado, é mais fácil contar a história da sua empresa e justificar a necessidade do empréstimo.

Formalize a documentação

Um último toque de capricho: revise e formalize o pedido de linha de crédito, garantindo que tudo está de acordo com o que a instituição pediu.

Quais outras formas para uma micro ou pequena empresa conseguir crédito no mercado?

Gostou da possibilidade de linha de crédito para pequenas empresas, mas quer desvendar o mercado por outras possibilidades de crédito? Listamos algumas para você:

  • Cheque especial;
  • Investidores-anjo;
  • Empréstimo pessoal;
  • Empréstimo bancário;
  • Financiamento coletivo;
  • Empréstimo com garantia.

Portanto, se você for procurar por alternativas de crédito, faça questão de conhecer as garantias por trás dessas outras modalidades.

É possível conseguir um empréstimo com CNPJ em restrição?

De forma objetiva: é possível conseguir um empréstimo mesmo com CNPJ negativado, mas saiba que é muito difícil e circunstancial. Depende muito da situação do empreendedor.

Mas, como conseguir?

Pode ser de diferentes formas, como com instituições dedicadas a promover esse tipo de crédito (para negativados) ou mesmo com sua instituição (geralmente apenas por conta de um bom relacionamento e histórico prévio).

Para não cair em situações dessas, controlar todo seu financeiro é essencial.

Se você busca por uma linha de crédito, possivelmente enfrenta algum desafio com as contas da empresa, certo?

Você pode resolver os problemas de forma eficiente com o Eleve Gestão, um sistema de gerenciamento para sua micro e pequena empresa.

O sistema ajuda você a controlar todos os processos financeiros, de vendas e estoque, com uma interface simplificada. O melhor? Preços super acessíveis.

Conheça mais sobre o Eleve Gestão!

Nova call to action

Conclusão

Ao longo deste guia, você descobriu tudo sobre a linha de crédito para micro e pequenas empresas.

Ao ler o conteúdo, você aprendeu: o que é, como funciona, os motivos pelos quais as empresas utilizam esse recurso e seus tipos.

Não se trata de uma dívida a mais, mas sim de um recurso que pode ser crucial para a sobrevivência do seu negócio.

Além disso, é uma forma de manter sua operação no azul, contribuindo para a manutenção do fluxo de caixa.

Esperamos que essa leitura tenha sido enriquecedora e ajude você nos desafios de seu negócio, direcionando ótimas decisões para o futuro da sua empresa!

E agora você já sabe: se precisa de uma solução definitiva para os gargalos da gestão, conte com o Eleve!

E, claro, continue acompanhando o nosso blog para mais novidades. Aliás, você pode aproveitar e conhecer agora mesmo o programa Empreenda Rápido, criado para ajudar os futuros empreendedores que estão prontos para tirar as suas ideias do papel.

credito para pequena empresa emprestimo para microempresa Gestão Financeira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *