As inúmeras vantagens em adotar a telemedicina

Equipe TOTVS | CONSULTÓRIO MÉDICO | 23 junho, 2020

Com tantas mudanças ocorrendo por todo o mundo, do home office adotado pelas empresas aos cuidados para pôr o pé fora de casa, um dos que mais se destaca é a telemedicina. Um avanço tecnológico que tem tudo para ser cada vez mais bem visto e utilizado pela população.

Falaremos então um pouco o que é telemedicina, como ela pode vir a ser de grande ajuda para a população daqui para frente e um ótimo formato de trabalho para profissionais da saúde.

O que é telemedicina?

É válido primeiramente explicar o que este nome significa e é de fato. A telemedicina é um recurso tecnológico desenvolvido para aperfeiçoar o atendimento médico, o compartilhamento de informações e a comunicação entre especialistas.

Viabiliza o recebimento de análises digitais e laudos, aumentando a velocidade do procedimento, o acesso à informação e possibilita doutores tomarem decisões mais rápidas e precisas.

A telepresença permite que o paciente se sinta em uma sala de consulta, mesmo sendo de forma digital, pois a sua interação direta com o corpo médico, faz a consulta ser real. Por meio eletrônico é possível ter um aconselhamento profissional, tanto diagnóstico quanto terapêutico. 

Com a telemedicina, é possível ter um serviço clínico de qualquer lugar do país, ou seja, a consulta online torna tudo mais acessível e amplia possibilidades.

As vantagens da telemedicina

São inúmeros os benefícios que ela pode trazer, mas velocidade, praticidade e maior precisão são fatores importantíssimos quando falamos de vidas humanas.

O serviço clínico remoto vem não apenas ajudar, mas evoluir os diagnósticos e o monitoramento de pacientes. A telemedicina também tem como objetivo, sempre capacitar e atualizar profissionais da área da saúde.

Isso traz evolução como um todo, mas principalmente segurança, tanto para o paciente em consulta como para o profissional que muitas vezes ouve uma segunda opinião e desenvolve diferentes raciocínios.

A telemedicina não substituiu e nem vai substituir a consulta médica presencial, a questão é que ela veio para aliviar e complementar o formato de hoje.

Não é de hoje que o segmento vem se desenvolvendo para a telessaúde, mas este cenário de pandemia no qual passamos, fez este modelo repercutir bastante.

A telemedicina em tempos de pandemia

Em meio ao isolamento social e o medo de se infectar ao entrar em um hospital, a teleconsulta foi extremamente importante. O Ministério da Saúde autorizou o seu uso contando inclusive, com o aval do Conselho Federal de Medicina.

Uma vez empregado, o modelo conseguiu diagnosticar, prescrever medicamentos e principalmente, acalmar pessoas sem elas terem que saírem de casa.

Com isso, diminuíram as filas e o estresse da superlotação de hospitais e fez com que todos ficassem em segurança sem se expor ao possível contágio, tanto para um lado quanto para o outro.

Esse avanço da tecnologia, permitiu por exemplo, a saúde online a liberar mais leitos hospitalares, possivelmente salvando vidas. Essa flexibilização melhorou números e ajudou diversos tipos de casos.

Antes a telemedicina contava apenas profissionais da saúde, e depois da liberação é possível ter atendimento pré-clínico, assistencial, consultas, monitoramento e diagnósticos.

Como utilizar a telemedicina

Existem hoje duas modalidades de atendimento online, assim como no presencial, dependendo da urgência, existe o plantão médico e a possibilidade do agendamento da consulta.

Você pode adotar ambas se assim preferir, é possível fazer isso como consultório médico ou até mesmo como MEI. Irá precisar de um software médico para fazer a gestão dos seus pacientes, do agendamento de forma mais organizada, um prontuário eletrônico eficiente e relatórios precisos.

Um sistema especializado irá te entregar mais tranquilidade e segurança no atendimento, você poderá ter uma prescrição digital de medicamentos de forma simples e inteligente.

Existem diversos tipos diferentes de sistemas no mercado hoje, tem que ter o cuidado para ver se a tecnologia irá atender todas as suas necessidades, pois muitas vezes elas não possuem tantas especificidades e acabam deixando o seu usuário na mão.

Possibilidades de interação

Existem basicamente 4 possibilidades de interação dentro da telemedicina, e não me refiro a vídeo-chamadas ou o tipo de plataforma, como celulares ou computadores. A interação pode ser feita das seguintes formas:

  • A primeira é claro, entre médico e paciente, onde se faz a consulta;
  • A segunda seria entre médicos, onde os profissionais trocam experiências e opiniões quanto a determinados diagnósticos;
  • Existe também a forma síncrona, onde a resposta do doutor é em um período curto de tempo,
  • E por fim o modelo assíncrona, que ocorre em horários diferentes e não exige interação em tempo real.

Mas não para por aí, existem formatos diferentes de consultas entre médico e paciente. E no país hoje é permitido três modalidades de teleconsulta:

  • Teleorientação – para orientação e encaminhamento de pacientes para isolamento;
  • Telemonitoramento – sob supervisão ou orientação médica, seja monitorado a distância parâmetros de saúde e/ou doença,
  • teleinterconsulta – permite a troca de informações exclusivamente entre médicos, para auxílio diagnóstico ou terapêutico.

Perspectiva da telemedicina no Brasil

A perspectiva é positiva e indica que se instalará como um método comum, até mesmo a rede privada adotou a prática para deslocar profissionais até os seus pacientes.

Médicos especialistas de todas as áreas devem investir em softwares para poder fazer consultas online. Isso irá agilizar o seu trabalho, atender um número maior de pacientes e ainda diminuir diversos custos.

É uma maneira inteligente que se tornará normal dentro de um tempo. A procura para o uso de ferramentas para atendimento a distância será cada vez maior.

Eleve Saúde

Se ficou interessado em começar atender de forma online, ou já atende e o seu atual sistema não lhe auxilia como deveria, nós temos uma tecnologia desenvolvida para atender pontos específicos da teleconsulta.

Além de atender cada trecho levantado no texto acima, traz segurança e sigilo para os dados, conforme a Portaria 467 do MS, acesso fácil ao prontuário eletrônico, eficiência no atendimento de mais de 50 especialidades médicas.

Estamos falando de vidas, então criamos um sistema completo para o seu consultório e completamente intuitivo para sua gestão médica.

Agenda individual por médico, geração de atestados, receitas e laudos prontos para usar, mais de 60 mil medicamentos na base de dados, adaptação por modelo de ficha, registro de todas consultas anteriores, radar de preço dos medicamentos nas farmácias mais próximas, envio da 2ª via da prescrição ao paciente via SMS, faturamento TISS, tabelas CID10, bula disponível para acesso online, integração nativa com o sistema de receituário inteligente, etc.

Estamos a mais de 25 anos no segmento e a ideia é simplificar a gestão médica de consultórios e clínicas de todo o Brasil com eficiência e organização.

Se interessou em nosso produto? Fale com os nossos especialistas! E se gostou do artigo, convido você a acompanhar o blog e ficar por dentro de todas as novidades do setor.

Nova call to action

consultório médico saúde teleconsulta telemedicina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *