Receita digital: um grande passo para a saúde online

Equipe TOTVS | CONSULTÓRIO MÉDICO | 05 agosto, 2020

A saúde é um dos setores que mais exige segurança em seus dados, velocidade em seu atendimento e tecnologias que possam lhe servir de ferramentas. E a receita digital não é bem uma novidade, mas claramente é uma evolução.

O mundo da saúde se sobrecarregou não só no Brasil, mas em todo o mundo por conta da pandemia do COVID-19. É um setor que precisa se reinventar para manter o nível da sua assistência e preocupação com cada um de seus pacientes.

Se você tem interesse pelo assunto, convido a sua leitura para que neste artigo veja um pouco do avanço tecnológico e a realidade da saúde hoje em nosso país.

O que seria uma receita digital?

É mais um importante passo da telemedicina, no qual o Ministério da Saúde liberou em caráter emergencial o uso do atendimento online desde 20 de março de 2020, ao aprovar a Lei nº13.989/2020 e a Portaria nº467. E para isso funcionar 100%, se torna então necessário o uso da receita digital.

Essa receita é a prescrição médica de forma online feita por médicos especialistas da área, para que o paciente consiga ter o seu medicamento comprado e, consequentemente, o seu problema de saúde combatido e tratado.

Essa receita pode ser enviada de várias formas, uma delas é via SMS para o celular do paciente que acaba de ser atendido. Assim o mesmo pode ir atrás do seu medicamento, simplesmente apresentando a receita em seu aparelho telefônico.

O número de usuários

A prescrição digital já vem sendo utilizada por mais de 80 mil médicos. O conturbado e atípico ano de 2020, teve em seu primeiro trimestre cerca de 60% de registros a mais do que o mesmo período de 2019, isso equivale a realização de mais de cinco milhões de prescrições digitais nesse período.

Claro, o seu uso em quantidades altíssimas foi impulsionado pelo cenário de isolamento social causado pelo coronavírus. Portanto, esse cenário fez com que farmácias e drogarias tivessem que se adaptar, o que ocorreu muito bem.

Em cerca de um mês, mais de 20 mil farmácias já estavam prontas para aceitar a receita médica digital por todo o Brasil. O profissional no balcão verifica o documento e realiza o procedimento de atendimento de forma rápida e segura.

Segurança para ambos os lados

A receita digital é de fato uma ferramenta muito segura, uma vez que ela recebe um certificado digital emitido pela Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP – Brasil).

Essa tecnologia de aceitação obrigatória no Brasil, permite que o titular assine digitalmente:

  • Prontuários;
  • Laudos;
  • Atestados,
  • Receitas.

Além do certificado, o seu envio e transmissão é de forma digital, o que torna tudo muito mais rápido e seguro, uma vez que evita fraudes e alterações na documentação.

Em outras palavras, esse processo garante a integridade e autenticidade do documento com validade jurídica da sua autoria, através de uma criptografia do ICP-Brasil, no qual entra uma mensagem de erro para todos aqueles que tentarem alguma coisa ilegal com a receita.

Facilidade no fluxo e dispensação eletrônica

Vamos dar uma conferida no passo a passo de como funciona:

Médico

Começamos com o atendimento médico que permite a facilidade, rapidez e comodidade do formato online.

Uma vez que diagnosticado, o doutor emite a receita digital de forma simples e segura com o certificado do ICP-Brasil.

Paciente

Ao acabar o atendimento, o paciente recebe de forma gratuita a receita digital por SMS, WhatsApp, entre diversas outras formas.

Com o documento legal em sua posse, o paciente repassa as informações ali redigidas para o farmacêutico no balcão ou de forma online, apresentando o documento em pdf.

Farmacêutico

Com a receita digital consigo, faz o upload para o site validador. Conferindo se o documento atende todas as normas sanitárias.

Uma vez que tudo estiver certo, para o ato de  dispensação, o farmacêutico registra com a sua assinatura digital para em seguida, concluir o processo com a dispensação dos medicamentos.

Medicamentos controlados

Em caso de medicamentos controlados, é necessário a impressão de uma cópia e fazer as anotações exigidas para a receita de papel.

Arquivando tanto a receita digital quanto a cópia impressa, fazendo em seguida o lançamento dos dados da receita no Sistema Nacional de Gerenciamento de Produtos Controlados (SNGPC).

Vantagens da receita digital

Além da comodidade e segurança já mencionadas neste artigo, falamos de um método de prescrição rápida e inteligente que faz da teleconsulta uma das melhores saídas para o setor da saúde. No entanto, estamos falando de evolução.

A receita digital agiliza a rotina dos médicos e simplifica a jornada do paciente que pode conseguir orientações e ainda adquirir medicamentos através do próprio celular.

Doutores que pretendem trabalhar com prescrição digital, mas ainda estão em dúvida, veja alguns detalhes que, com a tecnologia certa, pode se tornar vantagens na sua rotina:

  • Banco de dados de medicamentos que facilita a consulta e a decisão;
  • Dispensa o uso de papel e armazenagem física;
  • Reduz fraudes e receitas falsificadas;
  • Concentração dos históricos de cada paciente,
  • Envio de receitas com grande rapidez.

Além do receituário digital, uma boa tecnologia conta com agenda individual por médico, mais de 60 mil medicamentos na base de dados, adaptação por modelo de ficha, registro de todas consultas anteriores, geração de atestados, radar de preço dos medicamentos nas farmácias mais próximas, faturamento TISS, tabelas CID10, bula disponível para acesso online, integração nativa com o sistema de receituário inteligente, por exemplo.

Eleve Saúde

Se ficou interessado em começar atender em consultas online e precisa de um sistema que o ajude como MEI ou que atenda todas as necessidades do seu consultório médico. Desenvolvemos uma tecnologia para atender pontos específicos da teleconsulta.

Estamos a mais de 25 anos no segmento e a ideia é simplificar a gestão médica de consultórios e clínicas de todo o Brasil com eficiência e organização, até porque estamos falando de vidas.

Acima de tudo, o Eleve Saúde tem ajudado consultórios e clínicas médicas por todo o Brasil com tudo isso que falamos por todo o artigo. São mais de 5 mil médicos utilizando o sistema, mais de 11 milhões de pacientes cadastrados e em mais de 580 milhões de agendamentos realizados na plataforma.

Em conclusão, conte com um sistema de verdade, que entrega informações claras e organizadas, chat para comunicação interna do consultório e um dashboard com os mais diversos indicadores.

Gostou do nosso artigo? Continue acompanhando o blog e fique por dentro das mais diversas novidades de saúde.

consultórios médicos receita digital teleconsulta telemedicina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *