marketing médico

Marketing médico: por que é importante atrair e fidelizar pacientes?

Equipe TOTVS | CONSULTÓRIO MÉDICO | 30 outubro, 2020

Os pacientes que buscam atendimento em consultórios e clínicas médicas têm à sua disposição uma gama cada vez maior de serviços. Por isso, eles têm se tornado mais criteriosos. O lado positivo é que, quando encontram algo que os satisfaçam, divulgam o espaço entre conhecidos e fazem o papel de verdadeiros porta-vozes dos serviços prestados. Contudo, antes de chegar neste estágio de satisfação do cliente, você precisa passar por duas etapas-chave: a atração e a retenção do paciente. E é aí que entra a importância do marketing médico.

Atração de pacientes

A seguir, apresentamos algumas dicas para você aplicar a fim de conseguir atrair mais pacientes para o seu estabelecimento. Confira!

1. Defina o seu público

Ao definir com precisão o público a quem os seus esforços são direcionados, você conseguirá se concentrar em decisões importantes, como a forma de se comunicar com o paciente. Por exemplo, um pediatra deve se comunicar de maneira diferente da de um geriatra ou psicólogo.

A localização da clínica e até mesmo a infraestrutura e acessibilidade do espaço ficam mais fáceis de serem definidas quando você sabe exatamente quem é o público-alvo do seu estabelecimento.

2. Esteja nas redes sociais

Escolha uma rede social (como Facebook, Instagram ou LinkedIn) com que tenha mais afinidade e invista nela. Não fale apenas sobre a sua clínica, mas apresente dicas interessantes para os seus pacientes, que respondam a dúvidas do seu público-alvo. Uma ideia é você responder às perguntas que mais escuta.

3. Tenha uma agenda organizada

Disponibilize uma agenda na Internet para os pacientes marcarem o horário que for mais cômodo para uma consulta. Um sistema de agenda online mostra que o seu consultório ou clínica médica é organizado e acessível.

Marketing médico para a retenção de pacientes

Como você deve ter percebido até aqui, o marketing médico é muito mais do que uma propaganda do seu estabelecimento. É voltado a todas as ações que você coloca em prática para interagir e gerar valor sobre o seu serviço para o seu público-alvo, ou seja, pacientes e potenciais pacientes.

Neste caso, é importante que a expectativa do paciente com a experiência que ele terá no consultório ou clínica esteja alinhada com a experiência de que ele, de fato, desfrutará.

O último censo do Conselho Federal de Medicina (CFM) mostra que o Brasil tem mais de 450 mil médicos. Por isso, o marketing médico é essencial para se destacar no mercado.

Confira algumas formas para trabalhar com a retenção de pacientes.

1. E-mail marketing

Esta é uma excelente ferramenta tanto para a atração quanto para a retenção de clientes. Para utilizá-la, é necessário ter uma lista de e-mails de pacientes ou potenciais pacientes e, claro, solicitar a autorização para o envio de e-mails.

Os e-mails marketing podem ter como finalidade o disparo de newsletters com novidades sobre a clínica e o atendimento prestado, saudações em datas comemorativas e aniversários ou mesmo abordarem a importância do retorno para quem já fez uma consulta.

2. Preço das consultas

Você também deve considerar o valor cobrado pelas consultas em seu consultório ou clínica médica como um fator relevante para a sua estratégia de marketing médico.

Entenda o contexto do seu público-alvo ao realizar a precificação. Saiba quanto os pacientes estão dispostos a pagar por este tipo de prestação de serviço. Entenda ainda quanto os seus concorrentes cobram pelo mesmo atendimento. Assim, ficará mais fácil definir uma margem de lucro segura.

O fator preço, em combinação com a experiência do paciente no estabelecimento, determinam a percepção do cliente sobre o seu consultório ou clínica. São, portanto, pontos críticos para a retenção deste público.

3. Atendimento prestado

Mais do que o momento da consulta, o atendimento ao paciente deve considerar o tratamento recebido desde que ele entra no estabelecimento até o pós-consulta, quando há o pagamento. O primeiro impacto sobre os serviços prestados pelo consultório ou clínica já está na recepção.

Sendo assim, certifique-se de que haja processos de atendimento bem definidos. É necessário que todos os colaboradores saibam como os pacientes devem ser recebidos, como se referir a eles, o que oferecer enquanto aguardam pela consulta etc.

Nunca se esqueça de que um paciente satisfeito irá colaborar para a divulgação do seu negócio.

Limitações para o marketing médico

Existem regras de publicidade do CFM para o marketing médico, previstas no Manual de Publicidade Médica elaborado pelo órgão. 

Segundo elas, você não pode, por exemplo, usar fotos dos pacientes em qualquer tipo de publicidade da sua clínica, ainda que eles autorizem.

Também não é permitido oferecer condições de pagamento diferenciadas, como planos de fidelidade e cupons de desconto, assim como sorteios de procedimentos e consultas.

Você também não pode garantir os resultados de procedimentos específicos que realize ou usar a figura de pessoas famosas ou conhecidas para divulgar estes procedimentos.

Outro ponto é em relação às redes sociais. Como indicamos antes, você pode usá-las para divulgar o seu trabalho e manter contato com os seus pacientes. Contudo, não é permitido realizar consultas e diagnósticos ou prescrever medicamentos por meio dessas redes.

Eleve a sua saúde

Contar com um software médico que permita a personalização dos horários de atendimento por médico, a marcação de consultas com filtro de horários livres da agenda, o envio de SMS para confirmação ou cancelamento de consulta e o acompanhamento da fila na recepção impacta significativamente na experiência do paciente.

O Eleve Saúde faz tudo isso pela sua clínica ou consultório médico e tem uma série de outros recursos, como prontuário eletrônico, prescrição digital e suporte à telemedicina.

Para saber mais sobre a solução, acesse o nosso site e fale com um de nossos consultores.

agenda online precificação satisfação do paciente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *